Livro da associação ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes, Memórias Fotográficas, apresentado em clima de festa

0

18009995_1899356093683543_2157541443270490246_n 18058169_1899356207016865_3972807833291926528_n 18058219_1899356277016858_5621112342734149768_n 18119225_1899356183683534_2662331567814694041_n

Este é o segundo número da colecção «Memórias Fotográficas, Preservação do Património Cultural Português» dedicado à ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes, associação que desde sua criação em 1997 por Joaquim Mendes, destaca-se pelo trabalho exemplar que desenvolve na preservação e valorização da cultura portuguesa.A colecção «Memórias Fotográficas, Preservação do Património Cultural Português» que tem a assinatura da editora Portugal Mag Edições, consiste em recuperar testemunhos, provas, vivências e história de associações e instituições lusófonas criadas em França.Para a apresentação deste livro, a associação organizou uma grande festa juntamente com um jantar onde tiveram que recusar vários pedidos, a  ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes, tem vindo ao logo dos anos organizando eventos, onde são centenas de pessoas a marcar presença. Fernando das Neves, o actual presidente, disse a Portugal Magazine, que o problema é o espaço da sala, todas as vezes tem que dizer que não, e com muita pena.Mas antes da festa, teve lugar a cerimónia mais cultural, a apresentação do livro Memórias Fotográficas, o público pode contar com a apresentação do deputado pelo circula da Europa Carlos Gonçalves, que fez questão de estar presente, discursando parao público um discurso de agradecimento e respeito para todos aqueles que trabalham, que se dedicam na divulgação das nossas raízes, nos nossos costumes e tradições, como é o caso desta associação, e a todos os presentes.Carlos Gonçalves, também disse que já à muitos anos é um grande amigo da associação ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes, tendo uma forte amizade com o presidente, Fernando das Neves e restante membros e aderentes.           Fernando das Neves agradeceu a presença de todos, salientando a do deputado, retribuindo e acrescentando que Carlos Gonçalves faz parte da associação, no qual aparece no livro também, em mérito de todo o apoio e reconhecimento, continuou agradecendo todos os membros e Direcção da associação pela disponibilidade e trabalho que têm tido ao logo destes anos.Um dos representantes da Portugal Mag Edições, Frankelim Amaral, agradeceu a Associação ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes e todos seus elementos pela maneira como foram acolhidos e pela disponibilidade que foi dada para a recolha e realização do livro.Depois dos discursos e apresentação do livro, passaram à mesa com seguida do grande baile animado por Ricardo Graciano vindo de Portugal para abrilhantar esta festa, um grande artista sempre bem recebido na associação.A associação ‘ACPV’ L’ Amicale des Portugais de Vincennes foi criada a 3 de Fevereiro de 1997 por Joaquim Mendes, acompanhado por Carlos e Marta, tendo sido Joaquim Mendes o primeiro presidente da associação.Passados 4 anos de existência, Joaquim Mendes demitiu-se do cargo numa assembleia realizada a 4 de Avril de 2001, sendo Fernando das Neves eleito novo presidente acompanhado de Patrick Gerard como presidente de honra e Joaquim Mendespresidente fundador, elegendo uma direcção composta por Salvador dos Santos como Vice-Presidente, Michel Bézin no posto de Secretário Geral, Francisco Ribeiro nas condições de Secretário geral adjunto e Manuel dos Santos no posto de tesoureiro.Na ‘ACPV’ L’ Amicale des Portugais de Vincennes destaca-se o seu Grupo Folclórico «Lezírias do Ribatejo de Vincennes», onde a lusofonia marca sempre presença na dança, conferências, exposições ligadas à cultura, noites de fado, festas populares com espectáculos abrilhantados com artistas vindos de Portugal e também entre a comunidade, grandes festas que a associação propõe aos seus membros e à comunidade portuguesa, juntamente com refeições típicas, realçando os seus festivais de folclore, convidando vários grupos vindos de Portugal e de França.Agradecemos a Associação ACPV Lezírias do Ribatejo de Vincennes e todos seus elementos pela maneira como acolheram a equipa da Portugal Mag.

Partilhar.

Comments are closed.