‘Nem tudo acontece por acaso’ apresentado no Consulado Geral de Portugal

0

7

O romance «Nem tudo acontece por acaso», de Manuel do Nascimento, foi apresentado no Consulado Geral de Portugal em Paris. A obra foi apresentada por Luísa Semedo, Conselheira das Comunidades Portuguesas e vencedora do Prémio Literário e de Ilustração Eça de Queirós.António de Albuquerque Moniz, Cônsul Geral de Portugal em Paris, elogiou o autor, dizendo que “é um dos escritores que mais produz na nossa Comunidade”.O romance “Nem tudo acontece por acaso” é o primeiro romance de Manuel do Nascimento, editado pelas Edições Colibri da Faculdade de Letras de Lisboa. Numa viagem a Lisboa, o narrador, através de uma conversa de um mendigo (um sábio mendigo lisboeta) com uma senhora loira, numa esplanada de um café lisboeta, encontra a chave de um mistério familiar “antiquíssimo” – um século – e transporta­nos através de estórias que vão dos tempos mais antigos ­ em que os ricos tinham todas as licenças e os pobres todas as multas­ até aos nossos dias. As duas guerras mundiais, as guerras da África portuguesa, o Estado Novo, a emigração de sonho ­ que muitos pensaram ser o fim da miséria mas foram encontrá­la nos países de acolhimento ­, as lendas,as tradições, os jardins, os miradouros lisboetas e o 25 de Abril de 1974, são alguns dos momentos e características da história de Portugal que o narrador tem a oportunidade de conhecer nesta viagem à capital portuguesa.Este é um romance que recorda momentos históricos que, segundo o autor, são narrados de uma forma simples, sem “estridências intelectualizantes”. Manuel do Nascimento acredita que “o conhecimento faz os homens sábios e a humildade faz os grandes homens” tentando o autor “aliar as duas”. Nesta obra, o autor deixa “conhecimento, sentimentos, emoções e saudade”.Manuel do Nascimento refere que teve “uma boa apresentadora, e o debate foi construtivo, visto que o público presente esteve atento”.Salienta ainda que as vendas têm tido bom ritmo “quer em França quer em Portugal”.Em conjunto com a Biblioteca da Faculdade de Letras de Lisboa, “estamos a preparar uma apresentação em Lisboa em 2018 na dita biblioteca. Tive também uma proposta para uma palestra em 2018 na Universidade de Rennes com os alunos de português (a pedido de uma professora de Português), onde um capítulo do meu livro foi escolhido para debater com eles. Por agora, são todas as novidades”, disse à Portugal Magazine.

________________ PUB ________________

1.5

Partilhar.

Comments are closed.