Portugal Comedy Festival encheu Trianon de gargalhadas

0

IMG_5999 IMG_5924

O humor português foi até Paris! O teatro “Le Trianon” recebeu o espectáculo “Portugal Comedy Festival”, organizado pela Portugal Magazine e a Dyam Produções, muitas foram as pessoas que tiveram uma tarde repleta degargalhadas e bom humor.O primeiro a subir ao palco foi o comediante Jonathan da Silva, um rostoconhecido das redes sociais, pela comunidade portuguesa, onde divulga os seus vídeos de humor. Debruçando-se sobre o tema da emigração e outros, Jonathan da Silva fez soltar as primeiras gargalhadas do público. A animação continuou com o humorista José Cruz, que trouxe ao públicoo seu trabalho da “Double Culture”, onde expõe as várias situações caricatas com as quais se identifica, por ser filho de emigrantes portugueses e ter nascido em França. Uma paródia inédita onde as duas culturas “entram em conflito”, e o resultado é hilariante.Seguiu-se o espectáculo principal, “Loucura dos 50”, com os actores Joaquim Nicolau, António Melo, Almeno Gonçalves e Fernando Ferrão, que subiram ao palco e levaram toda a plateia numa “viagem bem-humorada”. Dando vida a quatro personagens, amigos que não se viam há algum tempo e se reuniram para comemorar a festa do quinquagésimo aniversário de um deles. Todos com algo em comum, já passaram a fasquia dos 50 anos.O espectáculo desenvolve-se numa conversa super animada onde todosfalam dos seus problemas, os desejos… sempre com muita gabarolice à mistura.Trata-se de uma peça escrita por Frederico Pombares, Henrique Dias e Roberto Pereira, que fez sucesso nos teatros portugueses, e nasceu do seguimento da anterior “Loucura dos 40”.O feedback do público, durante e no final do espectáculo, foi bastante positivo. Todos saíram da sala com um sorriso estampado no rosto, reflexo dos momentos bem passados dentro da sala.

A Portugal Magazine falou com os artistas do Portugal Comedy Festival, que nos deram o feedback de ter actuado em Paris, no Trianon.

Opinião colectiva dos actores do espectáculo “Loucura dos 50”

IMG_5797

O público que esteve presente recebeu-nos e acolheu-nos de forma calorosa, generosa e muito afável, deixando-nos a vontade de voltar a Paris e levar mais momentos de boa disposição. Reagiu, participou, riu muito, aplaudiu e fez-nos sentir em casa. Foi uma excelente experiência conhecer e actuar no Trianon. Sentimos que ao fazer chegar a todos e com a mesma intensidade que representamos sempre, um espectáculo adequado, com a boa energia dos momentos que por aqui vivemos, permitimos que mantenham o coração mais perto de Portugal. Ficar mais perto e ficámos todos mais perto. Desejamos muito poder voltar adaptando cada vez mais os nossos espectáculos ao encontro das necessidades do povo Português fora de casa. Continuar a manter as ligações culturais é o nosso interesse. Estamos gratos a todos!
Jonathan da Silva (facebook.com/Jonathan-Da-silva)

IMG_9917

Foi muito bom! Foi um espectáculo importante para mim, claro. Falei sobretudoda situação dos emigrantes portugueses, em França. O meu objectivo é brincarcom a situação, e tem corrido bem. É um tema comum a todos porque os portugueses sentem muita falta de Portugal. E nessa parte de saudade, também podemos tirar a parte boa, de rir. Como emigrante que sou, falo também um pouco da minha vida… sobre os temas actuais, de tudo um pouco.Nasci em França, e estou a gostar deste trabalho, que começou numa brincadeira e tem sido bem recebido pelas pessoas. Quanto ao Trianon, apesardos nervos… foi uma experiência muito boa, gostei bastante de pisar o palco e interagir com o público.Pelo que vi, as pessoas fartaram-se de rir, por isso, fico satisfeito. É sinal que gostaram do que viram.

José Cruz (facebook.com/JoseCruzOfficiel)

IMG_9918

O espectáculo “Double Culture” fala sobre a minha dupla nacionalidade… Como é que um jovem pode viver com essa dupla cultura, retirando o que tem piada e a riqueza que nos trás. Nos princípios da emigração, as coisas eram bastante diferentes de hoje em dia. E tudo mudou, porque falo agora como actor… graças aos meus sonhos, à vontade e toda a dedicação que os ‘nossos’pais tiveram. Estou muito agradecido.Já tinha estado no Trianon. Mas esta foi a primeira vez, com um espectáculo em português. Foi uma grande honra actuar para um público português, tendo eu também raízes portuguesas e partilhar o palco com os outros actores.Acho que funcionou muito bem, porque as pessoas reconhecem-se nas coisas que falo e revêem-se em algumas situações caricatas ditas em palco.

Partilhar.

Comments are closed.